Google Drive ganha cinco novidades; saiba o que muda nos apps da nuvem!

Google Drive, serviço de armazenamento de arquivos na nuvem, ganhou cinco novidades para quem usa o G-Suite, o kit de e-mail e apps do Google para empresas. As ferramentas prometem tornar o trabalho e gerenciamento de documentos na plataforma mais fácil e seguro para quem trabalha com times. A partir de agora administradores poderão editar permissões de dados confidenciais e continuar usando ferramentas sem quebrar processos de negócios.

As novas funções foram anunciadas no evento Google Cloud Next 17, que acontece em São Francisco, nos Estados Unidos. Confira, a seguir, o que muda nos apps da nuvem e veja como cada recurso poderá ajudar.

1) Team Drives

O Team Drive permite adicionar novos membros de um time individualmente ou com o Google Grupos de forma fácil e em menos tempo. Além disso, é possível usar a ferramenta para gerenciar permissões e restrições para editar, comentar, reorganizar e excluir documentos na nuvem.

caso uma pessoa saia do time os arquivos criados por ela ou que a tinham como membro fiquem intactos, sem qualquer alteração. A ferramenta está disponível para clientes do G Suite Negócios, Educação e Empresas desde a última sexta-feira (10).

2) Quick Access para Times

O Quick Access (Acesso Rápido, em tradução livre), já estava disponível para usuários do Android, mas agora ganhou otimizações para rodar no Team Drives. Baseado no histórico, trabalha com ajuda de uma machine learning (máquina de aprendizado) que acessa imediatamente arquivos relevantes.

Permite economizar tempo procurando arquivos ao prever quais documentos o usuário compartilha com outras pessoas da equipe e em quais horários do dia costuma acessar informações específicas. O novo Quick Access já está disponível para Android e iPhone e chega em breve na web.

3) Google Vault para Drive

O Google Vault, serviço que ajuda a guardar, pesquisar e exportar dados para arquivamento ou auditorias agora chega ao Google Drive para controlar dados confidenciais. A ferramenta entrega aos administradores funções avançadas para proteção de informações sensíveis da empresa.

É possível gerenciar e bloquear arquivos para funcionários individuais ou para equipes inteiras, assegurando que nenhum dado seja revelado mesmo na nuvem. A ferramenta também está disponível para clientes do G Suite Negócios, Educação e Empresas desde a última sexta-feira (10).

4) AppBridge

Quem utiliza outro serviço de nuvem na empresa agora pode ficar tranquilo caso queira fazer uma migração para a plataforma de armazenamento do Google. Com o AppBridge os usuários corporativos poderão deslocar todos os documentos de forma mais fácil sem alterar permissões de acessos ou qualquer restrição. Ainda não há informação de quando a ferramenta será disponibilizada.

5) Drive File Stream

O Drive File Stream tem como objetivo ocupar menos espaço no HD do desktop ou notebook do usuário. Com isso, a ferramenta permite visualizar apenas documentos que você vá usar naquele momento e ativar outros para usar offline em outra hora — alternando o armazenamento.

Além disso, é possível fazer streaming de arquivos da nuvem para o PC com acesso a todos os dados, o que permite continuar o trabalho em recursos que já utilizava antes, sem quebrar processos de negócio. Por enquanto, a função só está disponível no Early Adopter Program (EAP), serviço para clientes e administradores do G Suite para testar novidades antes dos outros usuários.